terça-feira, 6 de abril de 2010


Portanto, eu não tenho a mínima idéia sobre o que eu estava falando ou o que estava pensando quando comecei neste parágrafo. Verdade é que também não lembro se algo me foi perguntado, ou se alguma coisa ou alguém tenha me chateado a ponto de eu vir aos jornais me indignar. Realmente não lembro de nada disso. Então o que me pôs a pena na mão? Talvez seja o hábito. Não dizem que o hábito faz o monge? Que o cachimbo entorta a boca? Mas de que diabos nós estamos falando!? Eu, de minha parte, não tenho um assunto nem sou o assunto. Portanto, dou por encerrada esta conversa e dois pontos finais:

Diego Domingos é o maior poeta de Itabirito


Nenhum comentário:

Postar um comentário