quinta-feira, 21 de março de 2013

Chuva vindo pelos telhados




Eu amava você quando ouvíamos o som da chuva se aproximando.
O som dela batendo nos telhados desde muito longe até onde estávamos.
Eu ouvia você quando amávamos o som da chuva passando pelos telhados vindo e aumentando até onde estávamos.
O barulho da chuva nos telhados se aproximando e aumentando.
Eu amava ouvir esse som do seu lado.
Ou porque a amava e estava com você, então eu ficava maravilhado.
Aquela varanda e aquele banco não existem mais.
Não existe mais eu e você.
Até esta lembrança – eu não sei...

                                                                   Diego Domingos

Nenhum comentário:

Postar um comentário